Direção Artística – Sonia Muniz de Carvalho

MASTERCLASS DE REGÊNCIA

Prof. RODRIGO VITTA

16/11 – Quarta-feira –  9h30

 

Conteúdo programático: 


P. Y.Tchaikovsky, Abertura Romeo e Julieta 
C. Debussy - Prélude à l’après-midi d’un faune
J. Brahms - Sinfonia n.4

Classificados para a masterclass em ordem alfabética:

 

Executantes 
Allan Olimpio Galote
Bartolomeu Vaz
Humberto Lelis Dourado
Israel Cardoso
Lucas José da Silva
Renan Lemos 

Ouvintes
Alexandre Alberto Serpa da Rocha
Aline de Oliveira Ramos Chaves
Antonio Carlos Silva Delfino
Carlos Alberto Baxter
Dione Soares Bueno
Grazielle Lopes de Abreu
João Vitor Oliveira da Costa
Larissa Macedo da Silva
Lucas Freitas Dragunas
Rubens Prado
Thiago Henrique Oliveira Martins

RODRIGO VITTA

É mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC/SP e bacharel em Composição pela FIAMFAAM. Vitta é maestro da Orquestra Metropolitana, da Camerata Acadêmica FIAMFAAM, pianista do quarteto Novas Tendências e professor de composição e regência da Universidade FIAMFAAM. Seus prêmios em composição foram no Concurso TINTA FRESCA em 2015, em 2005 no Concurso Nacional de Composição Claudio Santoro, em 2001 no Concurso Nacional de Composição para Banda Sinfônica do Estado de São Paulo e em 2000 no Concurso Nacional de Composição, em Recife. No ano de 2010, em Monte Carlo, no Principado de Monaco, no Theatre des Varietés, sua música “CAJA” do álbum “Série de Frutas Brasileiras”, foi abertura do espetáculo de dança “Vibrations. Le Voix de La danse”, interpretado pelo Choeur e Orchestra de Chambre e Ballets de Monte-Carlo e em 2008, regeu o “III Festival Lírico” em Montevideo/URU no Teatro Solis com a Orquestra Filarmônica de Montevideo.inscrição, os demais serão ouvintes. Será fornecido certificado de participação.

Rodrigo Vitta - Piano
MASTERCLASS DE PIANO

Prof. Max Barros
 

16/11 – Quarta-feira – 14h30

 
MAX BARROS

Professor em Nova Iorque, onde mora desde 1984, Max Barros se apresenta com frequencia em diversas partes dos Estados Unidos como solista, recitalista e camerista. Barros já se apresentou nas mais importantes salas de Nova Iorque, incluindo o Alice Tully Hall no Lincoln Center, Kaufmann Hall, Merkin Hall e Weill Hall no Carnegie Hall. Há anos vem se dedicando a divulgação da música brasileira no exterior, apresentando várias premieres de compositores contemporâneos. Gravou os seis concertos para piano e orquestra de Camargo Guarnieri com a Warsaw Philharmonic e o regente americano Thomas Conlin. Premiado pela APCA como solista do ano de1985, Max Barros também detém o prΛmio de “Distinguished Performer” no Concurso Internacional de Piano de Palm Beach, na Flórida. Desde 2001, é co-diretor artístico e pianista do Ensemble for the Romantic Century, um grupo de música de câmara que apresenta uma série anual de concertos teatrais em Nova Iorque.

 

maxbarros.jpg